Poemas para as Quatro Estações

Para que as plantas floresçam na primavera, é preciso que, antes disso, o inverno as embale na terra, que o outono lhes espalhe as sementes ao vento, que o verão lhes amadureça os frutos.Os animais vão e vêm, conforme faz mais frio ou mais calor, e até nós nos comportamos de maneira diferente, com alegrias e afazeres próprios de cada tempo. Nenhuma estação do ano faz sentido sem as restantes. Bom mesmo é sabermos contemplar a beleza de cada uma delas — essa espécie de poesia de que nos apercebemos não só com os sentidos, mas, sobretudo, com o coração.

13.75 (inclui 0,78€ IVA 6%)

Adicionar à Wishlist
Adicionar à Wishlist
Peso: 0,325 kg
Ref. 9789899970823 Categoria Etiquetas , , , , ,

Descrição

Para que as plantas floresçam na primavera, é preciso que, antes disso, o inverno as embale na terra, que o outono lhes espalhe as sementes ao vento, que o verão lhes amadureça os frutos.Os animais vão e vêm, conforme faz mais frio ou mais calor, e até nós nos comportamos de maneira diferente, com alegrias e afazeres próprios de cada tempo. Nenhuma estação do ano faz sentido sem as restantes. Bom mesmo é sabermos contemplar a beleza de cada uma delas — essa espécie de poesia de que nos apercebemos não só com os sentidos, mas, sobretudo, com o coração.

Informação adicional

Peso 0.325 kg

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Poemas para as Quatro Estações”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Não existe produtos no carrinho.